CICLO DE COLÓQUIOS POLÍTICAS URBANAS DE PROXIMIDADE: Democracia de proximidade – Os coletivos cívicos e a relação com os poderes públicos
This event has passed.

CICLO DE COLÓQUIOS POLÍTICAS URBANAS DE PROXIMIDADE: Democracia de proximidade – Os coletivos cívicos e a relação com os poderes públicos

A crise pandémica tem sido um acelerador de tendências. Expondo com mais evidência fragilidades e desigualdades sociais, económicas e ambientais, e acentuando as contradições advindas dos modelos anteriores de desenvolvimento. Mas também impulsionando perspetivas alternativas de ação pública, social e privada – nas mais diversas escalas e territórios, mas em particular nas escalas de maior proximidade. Acentuando-se muitas dinâmicas de ação comunitária, de subsidiariedade, de solidariedade em proximidade. Para responder a riscos globais e a desafios locais, os territórios urbanos desenvolvem novas políticas públicas que valorizem o compromisso e a proximidade entre poderes públicos, atores socioeconómicos e cidadãos. Inovando nas abordagens, nas metodologias, nas coresponsabilidades, nos protagonismos. Como e por quem estão estas políticas a ser pensadas e desenvolvidas? Como podem ser aprofundadas e potenciadas? Estes são os motes do ciclo «Políticas Urbanas de Proximidade», uma colaboração entre a Universidade de Aveiro e a NOVA FCSH. No âmbito da conferência «Os desafios da Democracia de Bairro», adiada pela pandemia e que oportunamente se irá realizar. Democracia de proximidade – Os coletivos cívicos e a relação com os poderes públicos António Lafuente, CSIC Madrid – Os desafios dos laboratórios cidadãos Paula Cristina Marques, CML – Parcerias entre as autarquias locais e a sociedade civil Moderação de José Carlos Mota (UA) A primeira sessão irá decorrer já na próxima quinta-feira, dia 27 maio, entre as 18:00 e as 20:00, e terá como mote a «Democracia de proximidade – Os coletivos cívicos e a relação com os poderes públicos». Teremos como oradores o investigador Antonio Lafuente do CSIC Madrid, uma das pessoas que esteve por detrás do lançamento do conceito de laboratórios cidadãos em Madrid e na América Latina (http://experimentadistrito.net/), e a Vereadora Paula Cristina Marques da Câmara Municipal de Lisboa, a responsável pelo programa BIP ZIP (https://bipzip.cm-lisboa.pt/), uma iniciativa política com 10 anos e que inspirou o Programa Bairros Saudáveis. Os convidados irão refletir sobre os desafios que a inovação cidadã coloca hoje aos poderes públicos locais e discutir o potencial e as limitações das parcerias entre as autarquias locais e a sociedade civil.  

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe To Our Newsletter

Join our mailing list to receive the latest news and updates from our team.

Subscrição efectuada com sucesso!